sábado, 10 de janeiro de 2009

CRB vence o Passo em jogo treino: 1x0


O CRB voltou a campo na tarde deste domingo, para, no Estádio Severiano Gomes Filho, na Pajuçara, encarar a equipe do município de Passo do Camaragibe, no litoral Norte de Alagoas. No jogo de ida, o CRB havia sido derrotado por 1x0, devolvendo o placar diante de sua torcida – que compareceu em bom número –, com gol de cabeça do zagueiro Bruno Itapagipe.
O Galo segue se preparando para a estréia no Alagoano deste ano. Devido ao impasse envolvendo a Federação Alagoana de Futebol (FAF) e alguns dirigentes de clubes que ainda não resolveram a situação de seus estádios – inaptos a partidas oficiais –, o CRB (que estrearia na próxima quarta-feira, contra o Murici, fora de casa) ainda não tem data para começar a briga pelo título estadual. A FAF estuda o dia 18, um domingo, como a data 'ideal' à estréia, a fim de que os clubes, finalmente, adequem-se às regras do certame.
O atraso parece ter sido benéfico para o time do técnico Gilmar Batista, que considerou bom o resultado, admitindo, contudo, que sua equipe ainda precisa ser mais agressiva. O torcedor, por sua vez, aprovou a vontade do time – bastante mudado em relação ao grupo de foi rebaixado, em 2008, à Série C do Campeonato Brasileiro – em campo.
Porém, o treinador regatiano não pôde contar, para a partida deste sábado, com três reforços recém-contratados: o meia Abel, o volante Jairo e o zagueiro Tiago. Além destes, outros dois jogadores da base, o volante Éder e o goleiro Fábio Henrique, também não foram relacionados, devido à contusão.
A reapresentação do elenco regatiano está marcada para a manhã da próxima segunda-feira. O atacante Maurício, de 22 anos, vindo da Portuguesa de Desportos, é a nova contratação do Galo.
O jogo
O amistoso intermunicipal teve início com um CRB ‘disperso’, fruto de visível falta de entrosamento. Em pelo menos dois lances nos primeiros 15 minutos, o time de Passo do Camaragibe levou perigo à meta do goleiro André.
Mas foi o Galo quem abriu o marcador. Aos 15 minutos, após cruzamento da direita, a bola sobrou para o zagueiro Bruno Itapagipe, na pequena área, completar de cabeça, sem chance de defesa para o goleiro Márcio. Cinco minutos depois, os donos da casa já dominavam as ações do jogo.
Já aos 28’, o atacante Calmon quase ampliou a vantagem do Regatas, mas o chute saiu fraco, nas mãos do goleiro. Na seqüência, em dois lances, mais chances desperdiçadas: o primeiro saiu dos pés do atacante Edmar, que chutou cruzado, mas para fora, e do meia Dyonísio, que, em chute de fora da área, quase surpreendeu o goleiro Márcio.
Já aos 40 minutos, quando os técnicos já começavam a mexer em seus times – foram 12 mudanças, seis para cada lado –, o Galo diminuiu o ritmo de jogo, apesar de quase ter marcador mais um em lance de Calmon, aos 45 minutos, quando o atacante regatiano tentou o cabeceio, sem sucesso.
No segundo tempo, o jogo seguiu ‘morno’, com o CRB sem conseguir fazer o suficiente para ampliar a vantagem. Para piorar, aos oito minutos, o zagueiro Alex Tenório cometeu falta dura, recebeu o segundo cartão amarelo e acabou expulso. Com isso, Gilmar Batista recuou o volante Emerson, afetando o já prejudicado setor de meio-campo.
Uma das melhores chances do Galo no segundo tempo saiu dos pés do lateral reserva Tony, que, após avançar pela direita, preferiu arriscar o chute ao invés de cruzar, ‘recuando’ a bola para o goleiro reserva Joab. Nos minutos finais, o Time da Pajuçara seguiu tentando em lances isolados e ainda 'deu brecha' para a equipe visitante empatar a disputa.

2 comentários:

vida loka disse...

e nos vey P.8 nos tava lá

Anônimo disse...

iaew galera da comando vermelho e nos ate o final ta ligado ai mano vamos bota pra la nos manchete gay galera os gay merecem morre e esse o destino deles

um abraço ai pra:Joã Gordo e tabem
para:Teixerinha
e nos aki e a galera do
P9